As regras para realização de promoções em redes sociais

As regras para realização de promoções em redes sociais
Avalie!

Utilizar promoções para gerar buzz nas redes sociais e dar aquele up nos relatórios de desempenho é uma estratégia bastante comum, mas que pode acabar gerando um enorme prejuízo para sua fanpage e sua marca.

As promoções e concursos culturais estão sujeitos a uma legislação rigorosa e devem ser feitos de acordo com regras específicas para que se evitem problemas tanto para a promotora quanto para os participantes envolvidos.

Primeiramente, se você quer criar uma promoção, tem duas opções: ou se sujeita a regras complexas para enquadrar sua promoção na categoria de Concursos Culturais e não pagar nada pela autorização, ou aproveita dos benefícios de uma promoção autorizada pela Caixa Econômica Federal, mediante o pagamento de taxas e impostos sobre o prêmio.

Caso você tenha estrutura para realizar uma promoção com autorização da Caixa, este link vai ajudar bastante. Vale lembrar que mesmo nesse caso, é necessária uma boa organização, uma vez que a autorização pode levar até 30 dias para ser concedida e que a promoção precisa passar por fiscais da Caixa.

Pra você que quer aproveitar a primeira opção e fazer um Concurso Cultural, sem necessidade de autorização, nós temos algumas dicas importantes que irão facilitar sua organização e evitar que sua marca seja penalizada.

Sobre os Concursos Culturais

Essa modalidade de promoção, por não precisar de autorização da Caixa Econômica Federal, é a mais utilizada por marcas menores que não querem arcar com os custos de uma promoção convencional. Esse tipo de Concurso não deve envolver a sorte do participante de nenhuma forma e somente a criatividade deve ser usada como critério de escolha dos ganhadores. Além do mais, os concursos culturais não podem ser realizados dentro de redes sociais ou divulgar sua marca de qualquer forma. Sabe aquela história de “A foto mais curtida ganha…” ou “Compartilhe e marque os amigos…”? Não pode mais acontecer e, além da marca correr o risco de pagar multas, pode até perder sua fanpage.

Confira o que pode e o que não pode ser feito para que sua promoção seja enquadrada como Concurso Cultural:

– A marca não pode utilizar seu nome na chamada, mecânica ou no nome da promoção. Portanto, nada de “Responda a pergunta: Por que a marca X é a melhor?” ou “Promoção Você mais feliz com a marca X”.

– As marcas não podem premiar o vencedor com produtos ou serviços da própria empresa. Exemplo: Se uma marca vende doces, não pode dar seus doces como prêmio do concurso.

– O participante não pode pagar de nenhuma forma para participar. Não vale mais pedir que ele compre o produto X ou colecione embalagens e etc.

– O concurso não pode exigir que o participante preencha dados detalhados ou que responda à pesquisas para participar.

– Datas comemorativas como Natal, Dia das Crianças, das Mães, não podem ser vinculadas a seu concurso.

– Mesmo que as redes sociais facilitem a mecânica do concurso, para ser legal, ele não pode ocorrer dentro delas. Ou seja, Facebook, Instagram e outras redes podem ser usados somente para divulgação da promoção.

– Concursos culturais precisam de um hotsite ou outra plataforma externa para acontecer e é importante lembrar que, mesmo estes, precisam ter um domínio desvinculado da marca. Por exemplo: nomedapromocao.com.br

– O concurso não pode acontecer na embalagem de produto da empresa ou de terceiros.

Utilização das Redes Sociais

Caso uma marca queira realmente fazer sua promoção dentro do Facebook ou outras redes sociais, o mais indicado é que ela peça autorização para a Caixa e faça um planejamento minucioso da mecânica da promoção.

Além do mais, antes de fazer a promoção, mesmo autorizada, é importante ler os Termos de Uso e regulamentos da rede social escolhida no que diz respeito a esse tipo de estratégia. No Facebook, por exemplo, é proibido que se faça uso das ferramentas da rede, como curtir e compartilhar, para que o usuário entre na promoção e deve ficar claro todo o tempo que esta é de responsabilidade somente da marca, sendo que o Facebook não dará suporte na mecânica, organização e escolha de ganhadores e não poderá ser responsabilizado de forma nenhuma pela promoção.

Punições a quem descumprir os regulamentos de realização de promoções

 Caso as normas sejam descumpridas, as empresas podem ser obrigadas a pagar multas sobre o valor total da premiação e também a ficar até dois anos sem realizar qualquer tipo de promoção, independente do canal. Além do mais, no âmbito das redes sociais, em caso de irregularidades, sua página pode ser até mesmo excluída.

Portanto, para evitar problemas, lembre-se de planejar bem a sua promoção e não se esqueça de deixar bem claro ao participante os regulamentos, critérios de premiação, termos de compromisso, autorizações para uso de imagem e outros mecanismos que irão evitar problemas.

Mas eu tenho alternativa?

Claro que sim! As promoções não são a única forma de engajar os seguidores da sua página e conseguir melhorar o relacionamento da sua marca com eles. Através de um planejamento minucioso, um bom gerenciamento e uma estratégia de conteúdo eficaz, você pode conquistar muito mais fãs qualificados do que com promoções, que atraem muita gente que só está interessada no prêmio.

Caso não saiba por onde começar, vale procurar por informações sobre redes sociais na web ou mesmo buscar uma agência com profissionais qualificados que irão te ajudar a alavancar seus negócios no meio digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *