5 dicas de marketing digital para vender bolsas e artigos femininos pela internet

Os produtos de moda feminina são muito comprados todos os dias, independentemente do seu valor e marca. Desde uma bolsa Fendi até uma blusa de marca mais popular, as vendas digitais precisam ser bem estruturadas para dar certo e isso inclui um bom sistema de Marketing para a Internet.

Muitos empresários já descobriram as vantagens de vender artigos femininos por meio de e-commerce, de sites ou até de redes sociais. Caso você faça parte desse grupo, aprenda essas 5 dicas de Marketing digital

 

1 – Crie um site com aspecto profissional

Mesmo quem não tem uma grande empresa ou loja deve ter um site para exibir os seus artigos femininos. Nesse espaço, fica mais simples exibir diversas quantidades de fotos em vários ângulos, especificar os detalhes de cada produto, as opções de pagamento e muito mais. 

Inclusive, um site para venda de artigos femininos também pode servir como fonte de informações sobre estilo e isso reforça a possibilidade de mais clientes.

Caso o site tenha um artigo sobre como reconhecer uma bolsa Fendi verdadeira, por exemplo, os internautas que o acessam podem acabar se interessando por alguma das peças anunciadas. 

2 – Crie um blog 

Pelo que foi escrito acima, pode-se perceber que a produção de bom conteúdo ajuda muito no Marketing digital e uma das melhores formas e produzir bom conteúdo é criando um blog. 

Nesse espaço, o empreendedor pode divulgar ao público as novas tendências de moda, dicas de combinação de cores, dicas de como lavar corretamente os acessórios e as bolsas e muito mais.

Com o blog, também se pode instituir uma relação muito melhor com os consumidores, instigando-os a deixar comentários com a sua opinião e expressando os seus gostos pessoais. No entanto, importa frisar que é necessário responder sempre a esses comentários.

3 – Evite focar demais no produto que está vendendo

Muitos empreendedores, inclusive que já vendem há um tempo, cometem o erro de focar toda a sua estratégia de Marketing digital no produto. Por exemplo: quem está vendendo bolsa Fendi não deve fazer anúncios apenas mostrando a bolsa, dizendo que há poucas unidades ou salientando o preço baixo.

Na realidade, é mais eficiente mostrar aos consumidores as vantagens que a bolsa Fendi oferece. Pode-se criar um bom conteúdo mostrando as diversas combinações que se pode fazer com ela, o quanto ela é durável, como é feita de ótimos materiais, etc. 

Somente depois de apresentar todos esses pontos positivos é que se deve mencionar as condições de compra da bolsa em questão. Nesse momento, o consumidor já terá entendido o investimento que ela significa e, mesmo que não faça a compra naquele momento, há mais chances de ele retornar para levar o produto. 

Isso também pode ser feito nas redes sociais: em vez de ficar publicando somente propaganda sobre os acessórios femininos disponíveis, é muito melhor fazer posts apenas com dicas e informações sobre o tema e somente depois, em outra publicação, trazer o produto em si e direcionar o consumidor para a sua compra. 

 

4 – Saiba para quem você vai vender

É claro que quanto mais pessoas comprarem os seus acessórios femininos, melhor. Porém, quando se planeja o Marketing Digital, é preciso ter um perfil de cliente no qual focar, que é chamado de persona. 

É por meio dessa persona que se começa a estruturar todas as ações: quando o foco é atender a mulheres mais sofisticadas, pode-se adotar um tom de postagens e de anúncios mais sóbrio.

Por outro lado, quando os acessórios femininos são destinados a mulheres mais jovens ou eles próprio têm estilo mais descolado, esse também deve ser o tom das publicações e dos anúncios. Para estabelecer quem vai ser a persona no qual o seu Marketing digital vai focar, basta pensar em qual tipo de cliente você deseja atender. 

5 – Tenha certeza de que sua loja é mobile friendly

Quem decide fazer vendas de acessórios femininos usando redes sociais não precisa se preocupar muito com isso. Todavia, quando se opta por criar um e-commerce, um blog ou um site, é necessário ter a certeza de que o seu desenvolvimento o torna mobile friendly. 

Isso representa muito mais acessos e mais vendas, porque significa que os consumidores podem ver todo o conteúdo sem problemas usando o smartphone. Muitas vezes, os e-commerces, blogs e sites são visualizados de modo satisfatório somente no desktop.

Por outro lado, quando o mesmo endereço é acessado pelo smartphone, ele não se enquadra na tela, ficando muito pequeno e sendo preciso dar zoom. Nessas situações, os botões normais da tela deixam de funcionar e os internautas têm dificuldade para abrir links e até para clicar no botão de compra. 

Sendo assim, certifique-se de que é possível visualizar bem todos os seus produtos diretamente do celular.

Avatar
Bruno Camargos é especialista em Usabilidade e Design Centrando no Usuário. Dedica-se a aumentar as taxas de conversão dos clientes da Multiweb.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *