(31) 2551-5183
Conheça A Metodologia P.A.S.T.O.R.

Nos últimos anos, o e-commerce tem crescido constantemente e parece não querer parar. Investir na abertura de um e-commerce ou otimizar o existente parece fundamental para não ficar atrás da concorrência, interceptando as reais necessidades de seus usuários.

Por esse motivo, aqui estão seis dicas de marketing para e-commerce!

Técnicas para aumentar visitas no e-commerce

1. Simplifique a navegação do seu site

É importante na hora de criar um site, otimizar sob uma perspectiva de SEO, para facilitar o rastreamento de todas as páginas pelos mecanismos de pesquisa.

Uma arquitetura hierárquica no site, organiza as páginas de forma que um visitante possa acessá-las com apenas alguns cliques da página inicial.

Frequentemente, o erro de quem tem um e-commerce é se concentrar nas páginas dos produtos, tentando otimizá-las cada vez mais para aumentar a visibilidade e o tráfego desse produto. Isso certamente não representa um erro, mas você não deve negligenciar as páginas das categorias.

Muitas vezes você comete o erro de preencher o e-commerce com categorias e subcategorias, e cria labirintos digitais reais! A prioridade, lembre-se sempre, é simplificar a navegação do usuário.

Sendo assim, é bom criar categorias e agrupar produtos em subcategorias. Mas tome cuidado para não criar muitas! Pois dessa forma, complicaremos a experiência do usuário, que, no caso provável, não encontrará imediatamente o produto desejado e deixará o site.

Juntamente com as categorias, para acelerar a navegação entre os produtos, é importante oferecer uma barra de pesquisa rápida, para que o usuário possa digitar o nome do produto e acessá-lo rapidamente.

2. As descrições de produtos devem ser otimizadas

Uma dica fundamental é: não copie as descrições de seus fornecedores, pois outros farão o que você faz!

A personalização da descrição do produto é sempre recomendada, pois fornece aos mecanismos de pesquisa palavras-chave bem escolhidas.

Criar descrições exclusivas evita que você seja filtrado como spam pelos mecanismos de pesquisa. Esse aspecto é importante se você deseja uma melhor visibilidade nos resultados dos mecanismos de pesquisa e tem mais tráfego.

Antes de abordar as técnicas de redação de SEO para e-commerce, considere os dois princípios que se aplicam a qualquer redação na web:

  • Clareza: as páginas de um site de e-commerce bem-sucedido devem ser o mais simples e diretas possível. Em particular, o conteúdo deve ser compreensível e adequado ao ritmo da leitura online. Apesar de ter considerações estéticas ou estilísticas, nunca use linguagem difícil ou formatação de texto que possa criar confusão ao ler o usuário.
  • Originalidade: a descrição dos produtos deve ter um estilo único e uniforme.. Copiar o conteúdo de seus concorrentes (mesmo que parcialmente) penalizaria você, pois você seria identificado pelo Google.

3. Velocidade do site é muito importante

Navegar em sites lentos não é uma raridade, a web está cheia deles.

O comportamento do usuário foi estudado extensivamente e o resultado foi claro: quase 40% das pessoas que povoam a web abandonam a navegação de um site, de qualquer tipo, se as páginas não forem carregadas em 3 segundos. Deve-se acrescentar que, em tempos de carregamento mais altos, a taxa de abandono também é maior.

Tudo isso é ruim para os seus negócios, porque muitos compradores em potencial deixam sua loja online antes mesmo de consultá-la!

Se você tem um site lento, o Google o penaliza, o que significa que, nos resultados da pesquisa, você não será encontrado. Resumindo, site lento é sinônimo de menos visibilidade.

4. Torne seu e-commerce responsivo

A maioria dos compradores online prefere comprar em seus dispositivos móveis. Nem todo mundo carrega um laptop com eles o tempo todo, mas quase todo mundo possui um telefone celular hoje. É por isso que um site de e-commerce otimizado para dispositivos móveis é obrigatório para os varejistas online, a fim de obter mais tráfego móvel e melhorar a experiência de compra online de seus usuários móveis.

5. Incentive comentários e avaliações

As críticas influenciam fortemente a decisão do cliente de comprar um produto. Quando os compradores procuram um item em particular, procuram suas avaliações para garantir sua qualidade, para descobrir se vale a pena gastar dinheiro ou não.

Da mesma forma, as avaliações definem a qualidade do produto. Um produto bem-avaliado cria automaticamente a confiança do usuário nesse produto e os incentiva a fazer uma compra. Isso melhora a experiência do usuário e reduz o retorno do produto.

6. Aceite diferentes opções de pagamento

Não deixe os usuários esperando demais para fazer um pedido. Quanto mais tempo leva para o check-out, maior a chance do carrinho ser abandonado.

Verifique se a sua página de checkout oferece:

  • Fácil funcionalidade de login
  • Uma opção fácil para atualizar a quantidade do produto sem voltar à página do produto
  • Várias opções de pagamento etc.

Conclusão

As empresas online entenderam a importância de fornecer aos usuários uma experiência de compra simplificada.

Se você deseja crescer como uma marca de e-commerce, concentre-se nas necessidades de seus clientes e tente satisfazê-las.

Cuide de seus clientes e você não precisará se preocupar muito com suas conversões. Se você achou as dicas acima úteis, deixe um comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *