Como montar uma loja virtual?

Como montar uma loja virtual?
Avalie!

O consumo online do brasileiro tem crescido muito e criar loja virtual é um dos passos mais importante para o sua marca ter credibilidade no mercado. Em 2013, por exemplo, segundo o e-bit, de cada 4 brasileiros, 1 realizava compras on-line. Até julho de 2015, o e-commerce no Brasil chegou à marca de R$ 43 bilhões, o maior índice em todos os anos Mas afinal: como montar uma loja virtual?

Esses dois número já aumentam a vontade para que sua loja também ingresse nesse estilo de comércio, certo? Mas montar uma loja online demanda uma dedicação grande e não apenas vontade.

Você sabe o que é preciso para montar sua loja virtual? Quanto de tempo e dinheiro terá que ser investido? Nesse post te explicamos os passos que você deve seguir para ter sua própria loja virtual.

O mito do e-commerce

Há um mito que ronda o e-commerce no Brasil que pega desprevenido muitos empreendedores. Nas reuniões iniciais de um projeto é comum ouvirmos a seguinte fala: “Montar uma operação de e-commerce é mais fácil e barato que uma loja física”.  Essa fala é repetida e repetida e reforça o mito do e-commerce.

Sim, uma operação de e-commerce pode ser mais barata que uma operação com ponto de venda físico. Pode ser mais fácil também! Assim como pode ser mais cara e mais difícil. Isso depende de inúmeros fatores. Modelo de negócio, timing, capacidade de execução, proposta de valor, capacidade de investimento e vários outros fatores.

Esse post serve para acabar com esse mito. Aqui estão os grandes passos necessários para reduzir seus riscos ao decidir empreender um negócio online.

Planejamento de sua loja virtual

Essa é a primeira palavra que você tem que ter em mente. Você tem que saber exatamente para quem a loja se direciona. É para todos os clientes de sua loja física (caso você tenha uma)? Qual é a experiência de compra do meu público online? Como será a logística e o pagamento? Como integrar essas operações com a minha loja física? A loja virtual pode ter conteúdo exclusivo? São muitas perguntas que devem ser respondidas nesse momento.

O primeiro ponto é ter um Plano de Negócios ou pelo menos o Modelo de Negócio para se comprovar a viabilidade da loja virtual. Além disso se questione em quanto tempo você quer que sua loja esteja pronta. Isso é essencial para que, ao procurar a empresa que colocará sua loja no ar, esteja claro quanto terá que ser investido na construção de seu e-commerce. Sente e converse com os responsáveis pelo seu negócio para expor todas as dúvidas que surgirem e depois leve-as até as pessoas que te ajudarão colocar o desejo da criar loja virtual em prática.

Qual será o investimento no negócio no primeiro ano? Lembrando que o investimento deve contemplar:

  • A fase do planejamento  e pesquisa;
  • A criação da loja virtual;
  • A contratação de fornecedores (embalagem, taxas de hospedagem, taxas nas transações, etc…);
  • A contratação de uma agência de marketing digital ou agência digital;
  • O investimento de mídia online.

Plataforma para Montar Loja Virtual

Depois das questões serem todas colocadas em cheque, outros passos devem ser tomados. Para quem não tem conhecimento, a empresa que desenvolverá sua loja virtual pode não explicar corretamente que seu e-commerce pode ser desenvolvido através de diversas plataformas e é você quem deve escolher uma.

Se eles não te falam, a gente te explica: existem basicamente três grupos de plataforma. Open source (ou código aberto), SaaS e exclusiva.

Plataformas open source são conhecidas assim porque programadores de diversas partes divulgam gratuitamente o código do sistema para download.

Já as SaaS levam o nome popular de “lojas virtuais alugadas”. Isso acontece porque empresas que são especializadas oferecem o sistema, mas cobram (através de lucro de vendas, taxas ou mensalidade) para que seu e-commerce exista.

As plataformas exclusivas ou proprietárias são, como diz o nome, sistemas criados exclusivamente para um tipo específico de e-commerce. Costumam ser mais caras. São indicadas apenas para grandes projetos em que há a possibilidade de se ter uma equipe interna de desenvolvimento para evoluir a plataforma de e-commerce.

Converse com a empresa responsável pelo desenvolvimento de sua loja virtual sobre as três. Ela deve ser capaz de te ajudar a decidir qual é a melhor opção para seu negócio. A minha recomendação sempre será Magento.

Credibilidade ao Criar Loja Virtual

Quanto sua loja virtual for ao ar, pense em se cadastrar em sistemas como o e-bit. Isso traz credibilidade para sua loja e os clientes se sentem mais seguros para comprar de você. Além disso, é importante que sua loja virtual tenha um espaço reservado para textos institucionais. Eles serão responsáveis por falar mais sobre seu negócio e deixar claro suas intenções de entrar no mercado.

Você também pode adicionar depoimentos de clientes que elevem a qualidade da sua marca, assim sua loja virtual já ganha pontos em visibilidade positiva. Não esqueça de falar sobre a história da marca, perguntas e respostas mais frequentes, política de privacidade e também um texto sobre trocas e cancelamentos. Seja sempre sincero no conteúdo e não tente enganar o cliente.

Dicas para criar loja virtual

Formas de Pagamento

Outro fator de extrema importância que você deve ter conhecimento é sobre as formas de pagamento que sua loja virtual usará. Você precisa entender sobre adquirinte, subadiquirinte e gateway.

Adquirinte é uma empresa coo Cielo e Rede. Através de cartão de crédito, débito e da comunicação com bandeiras e bancos, os adquirintes recebem do cliente e repassam ao comerciante. Para essa forma de implementar o pagamento na sua loja virtual, você deve seguir regras da empresa, além de investir em sistemas antifraude por conta própria, já que elas não disponibilizam isso.

Subadiquirinte é um intermediador. Ele liga o cliente da sua loja virtual ao adquirinte, que está conectado com os bancos e as bandeiras. O PagSeguro e o PayPal são exemplos de subadiquirintes. Contam com sistemas antifraude, então você não precisa se preocupar com esse ponto. Esse serviço cobra taxas e participação no lucro das vendas, o que deve ser bem analisado por você.

Já o gateway é implementado no momento do checkout da compra. Ele faz a comunicação direta com o adquirinte e esse contata o banco para verificar se o cliente tem saldo disponível ou não. O valor integral da compra vai para sua conta e a cobrança não é por porcentagem, mas si por número de transações feitas.

Marketing Digital para loja virtual

Sua loja virtual precisa ser divulgada depois de pronta e para isso é necessário um investimento em marketing digital. É necessário anunciar e deixar que as pessoas descubram sua marca.

O importante nesse quesito é não falar apenas sobre o seu produto. Mostre para os clientes que sua loja virtual vende um estilo de vida, um modo de pensar diferenciado. Coloque-a dentro de uma maneira de pensar que valorize os produtos que estão disponíveis em sua loja virtual.

As redes sociais não podem ficar de fora do marketing digital da sua loja, bem como campanhas direcionadas para sua base de contato. O e-mail marketing é uma ferramenta super importante nesse quesito e, quando bem feito, gera resultados palpáveis e tangíveis. Além disso, você deve fazer uma análise e monitoramento de como sua loja virtual é vista na internet. O que as pessoas falam sobre ela, quais são as reclamações, como elas podem ser contornadas, tudo isso faz parte da vida de sua loja virtual no meio online e não pode ser ignorado. Os clientes não vão aparecer se sua loja não aparecer para eles primeiro. Mostre a força da sua marca e fidelize usuários.

Esse é apenas o começo do escopo geral que você tem que pensar quando deseja ter uma loja virtual. Ainda há detalhes técnicos que envolvem desde a criação de um layout até escolhas sobre formas de envio de mercadorias, por exemplo.

Ficou com alguma dúvida? Comente no post que te ajudamos. Quer criar loja virtual? Entre em contato!

This Post Has 5 Comments

  1. Pingback: Magento: a melhor plataforma para sua loja virtual

  2. Pingback: 5 funcionalidades que toda loja virtual deve ter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *