6 dicas imperdíveis de como vender mais na crise

A crise já deu os primeiros sinais em sua loja virtual? Mesmo que ainda não tenha sentido nenhum efeito da instabilidade da economia em suas vendas, está na hora de pensar como você garantirá que sua loja virtual seja à prova de crise — e quem sabe até venda mais.

Mas como vender mais na crise? Com certeza, para passar por essa fase sem perder mercado, é preciso fazer além do que é feito hoje, inovando em ações de marketing, atendimento e relacionamento. Quer conhecer algumas dicas para colocar em prática agora mesmo em sua loja virtual? Confira o que separamos abaixo!

Descubra como vender mais na crise

Antes de falar sobre boas práticas que você deve começar agora mesmo em sua loja virtual, vale a pena fazer uma análise com toda sua equipe sobre como seu cliente está sendo afetado pela crise também, assim conseguirá facilmente entender qual será maior diferencial para ele entre nossas sugestões.

Personalize sua relação com o cliente

Em tempos difíceis, tem mais chance de permanecer com cliente fiel aquele que possui vínculo mais forte com a empresa. Para isso, utilize sua ferramenta de CRM para entender ao máximo o perfil de quem compra em sua plataforma e pense em ações customizadas para cada um. Não deixe de criar fluxos de e-mail que incentivem a recorrência e que lembrem datas importantes para seu cliente.

Faça ações de fidelização

Outras iniciativas que incentivam a compra recorrente são as ações de fidelização, como cupons de desconto progressivo ou sistemas de pontos. Crie um benefício real para seu cliente. Em tempos difíceis a percepção de ganhar algo é certamente um facilitador para a venda.

Crie seu calendário de promoções

Mais uma vez, a sensação de economia é fator para impulsionar vendas. Tenha ações promocionais relevantes para todas as datas importantes para o seu público, como Black Friday, Dia do Cliente, Dia das Mães, Dia dos Namorados, etc. Estas são datas em que tradicionalmente os consumidores vão atrás das melhores promoções, se sua loja estiver de fora, não será sequer considerada para compra. Você vai querer perder essas oportunidades de venda?

Inclua novos produtos em seu portfólio

O que você trabalha hoje em seu portfólio de produtos não está trazendo os resultados esperados? Talvez esteja mais do que na hora de ampliá-lo! Foque principalmente naqueles itens que sua concorrência não vende e esteja atento às principais tendências do seu setor.

Invista em marketing digital

Em um período como este, não se pode esperar gastar o mesmo com marketing do que quando os clientes chegavam facilmente. Está na hora de ser mais ousado com sua verba para marketing digital, principalmente, nos canais que apresentam melhor conversão de vendas ou naqueles que você ainda sequer utilizou.

Analise muito bem seus resultados

Também não adianta aumentar o investimento em marketing se você não tiver um olhar muito atento para o retorno que está obtendo. Mantenha seu lucro em um patamar que garanta sua sustentabilidade financeira e foque muito em análise de resultados. Quais são os produtos que trazem melhor retorno? Quais são os novos públicos que posso alcançar? Quais são as mídias que oferecem melhor conversão de vendas? As respostas para essas perguntas devem estar na ponta da sua língua todos os dias.

Estas foram algumas de nossas dicas para ajudá-lo a manter seu negócio lucrativo. Lembre-se, o comércio eletrônico consegue mostrar os resultados de alguma ação muito rapidamente. Por isso, teste todas as iniciativas que fazem sentido para seu negócio. Logo, você conseguirá entender quais devem se tornar uma política de vendas.

Você está apostando em mais alguma ação para vender mais na crise? Ainda não? Então assine a nossa newsletter e continue recebendo conteúdo como este diretamente no seu e-mail.

This Post Has 2 Comments

  1. Pingback: Produtos: o que eu realmente posso vender pela internet?

  2. Pingback: E-mail marketing: 7 dicas para alavancar as vendas com os envios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *