Facebook Ads ou Google Ads: saiba qual é a estratégia ideal para o seu negócio

Não é raro encontrar pequenas empresas em dúvidas se devem usar o Facebook Ads ou Google Ads em seus negócios, especialmente quando o orçamento publicitário para ações online é pequeno.

É fato que as duas ferramentas são poderosas e capazes de entregar excelentes resultados em suas ações, mas às vezes é preciso escolher entre Facebook Ads ou Google Ads. E aí, qual opção selecionar?

Para fazer a escolha correta, é preciso aprender como os dois sistemas funcionam, quais as suas diferenças e em qual caso utilizar as opções corretamente.

Se você quer aprender como fazer essa escolha, siga a leitura abaixo para entender como cada sistema funciona!

Quais as características do Facebook Ads?

O Facebook Ads se destaca por ser a plataforma com um público gigantesco. Só no Brasil, são 130 milhões de usuários, o que permite que haja uma granulagem tremenda no seu sistema de anúncios.

Com uma ferramenta de segmentação poderosa, capaz de dividir o público em faixas demográficas, de interesse, formação acadêmica e hábitos de consumo, o Facebook Ads costuma entregar ótimo ROI para as empresas.

Uma das suas características básicas é poder oferecer anúncios essencialmente visuais para as empresas. Com fotos, carrossel de imagens e até mesmo vídeos, o Facebook causa um impacto enorme nas pessoas.

Além disso, o Facebook Ads contempla também o Instagram, que oferece anúncios pelo Stories. Eles são tradicionalmente ótimos em converter usuários em clientes.

Quais as características do Google Ads?

Já o Google Ads é o sistema de anúncios nas buscas no Google. Seu poder de audiência também é incrível: são realizadas 100 bilhões de pesquisas todos os dias no buscador.

Ou seja: seu público está lá, buscando por você. Só é preciso aparecer para ele para começar a ganhar clientes online.

Quem vai divulgar no Google conta com o benefício de aparecer em toda a rede de plataformas do Google Ads, incluindo o Google Shopping, YouTube, Google Play e na Rede de Display em sites especializados.

Além disso, o grande foco do Google Ads é colocar o seu anúncio na primeira página de resultados, o que garante maior tráfego para o seu site e sua estratégia.

Para completar, o Google Ads se destaca por ser mais acessível para pequenas empresas. Não é necessário ter orçamentos de mais de R$10.000,00 para conseguir começar a fechar muitos negócios.

Aliás, o Google não faz grande diferenciação entre um orçamento de R$10.000,00 e um de R$100,00, mas sim na qualidade e relevância do anúncio em si.

Assim, os pequenos podem competir mais igualitariamente com os grandes, o que permite uma taxa de sucesso maior na plataforma.

Quando usar o Facebook Ads ou Google Ads?

É importante ter em mente que escolher entre o Facebook Ads ou Google Ads é algo a ser feito apenas em caso de não poder usar os dois. Idealmente, o melhor é trabalhar nos dois sistemas para ter mais resultados.

No entanto, se você for obrigado a escolher um por causa do baixo orçamento, a resposta deve vir com base no objetivo que sua campanha tem.

O Google Ads, por exemplo, é muito mais recomendado para determinados tipos de produtos. Pense em um aplicativo, por exemplo. Por poder anunciar diretamente no Google Play, é muito mais fácil conseguir downloads lá do que no Facebook.

Por tanto, se seu objetivo é conseguir downloads, seu lugar é no Google Ads. Além disso, o sistema é o mais indicado para você se houver uma palavra-chave forte que indique forte intenção de compra do seu cliente.

Por exemplo, “curso de marcenaria online”. Quem pesquisa por isso tem uma clara intenção de se matricular em um curso de marcenaria. Por isso, há altas chances de clicar no anúncio e comprar as aulas.

Já o Facebook Ads, pelo seu formato visual e integração com outros sites, é muito recomendado para outros contextos.

Se o seu produto é amplamente visual, sem identificação fácil em palavras, o Facebook Ads é o melhor para você pois você conseguirá usar imagens para transmitir sua mensagem.

Dessa forma, será mais fácil convencer o público a comprar o seu produto ou assinar o seu serviço com o auxílio de ferramentas visuais.

Além disso, o Facebook Ads é mais interessante para a estratégia de remarketing dos e-commerces. Instalando o Pixel no seu site, é possível programar anúncios específicos para quem viu determinado produto, aumentando a taxa de vendas.

Vale lembrar, no entanto, que o Google Ads também é essencial para e-commerces com o Google Shopping.

Por isso, entre Google Ads ou Facebook Ads, o mais recomendado pode ser testar os dois e ver qual deles traz mais resultados para o seu negócio e, com o tempo, começar a usar o outro também.

E aí, gostou de aprender como escolher entre Facebook Ads ou Google Ads? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião! Qual deles é o mais importante na sua estratégia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *