Como otimizar a logística no e-commerce: dicas essenciais

Você sabe como otimizar logística no e-commerce? Se não, precisa aprender. Afinal, esse conhecimento é essencial para poder ter uma loja virtual de sucesso, especialmente em 2020.

Neste ano, a expectativa é que o mercado de vendas online no Brasil ultrapasse os R$100 bilhões pela primeira vez, muito impulsionado pela crise do novo coronavírus. Como as pessoas não podem sair de casa, grande parte da demanda de lojas físicas foi direcionada para o setor digital.

Isso faz com que quem tenha uma loja digital ou esteja pensando em abrir uma, tenha uma grande demanda de clientes por atender. No entanto, é importante saber como otimizar logística no e-commerce pois ela tem impacto direto nas suas vendas e margens de lucro.

Quer aprender a ter os melhores resultados nessa área? Então siga a leitura abaixo!

Faça um curso para aprender como otimizar logística no e-commerce

A logística de e-commerce depende não só das suas capacidades físicas, mas também do conhecimento para explorar melhor as ferramentas disponíveis.

Por exemplo, parte dos seus produtos pode ser vendido por você usando os Correios como ferramenta de entrega. No entanto, outra parte pode ser vendida via dropshipping, usando o sistema de delivery de grandes empresas como a Amazon.

No entanto, para poder explorar bem essas estratégias é necessário ter conhecimento aprofundado sobre o assunto. Por isso, o recomendado é fazer um curso de logística grátis para poder dominar as particularidades da logística e tirar o melhor possível para o seu negócio.

Invista em formas de entrega alternativas

Normalmente, as empresas que trabalham com e-commerce costumam usar os Correios como principal fonte de entrega. Isso é normal, uma vez que o serviço da empresa é o mais barato do mercado e costuma alcançar o Brasil inteiro.

No entanto, é importante ter algumas estratégias criativas para poder conquistar mais clientes ao oferecer um serviço melhor. Por exemplo, se você for de uma cidade grande, como São Paulo ou Curitiba, provavelmente tem a sua disposição um serviço de motoboy. Nesse caso, vale a pena oferecer a possibilidade de entrega no mesmo dia via motoboy, caso você tenha o produto em estoque. Isso aumentará as vendas pois permitirá que o cliente receba o produto quase que imediatamente.

Outra possibilidade é a retirada em loja física (suspensa durante a crise do novo coronavírus, claro) ou a entrega em lockers espalhados pela cidade (caso haja a infraestrutura).

Essas formas alternativas podem, inclusive, ajudar a reduzir custos de entrega, especialmente se você estiver em uma cidade com infraestrutura robusta para isso, como é o caso de São Paulo.

Uma logística com menos custos, claro, significa mais vendas, já que seus produtos se tornarão mais baratos para os consumidores.

Pense bem em como trabalhar com o estoque de produtos

Uma das dificuldades de uma loja virtual é trabalhar com o estoque, especialmente porque cada e-commerce tem o seu contexto específico. Por exemplo, algumas lojas trabalham com produtos feitos sob encomenda e não tem estoque nenhum, mas precisam de bastante material. Já outras trabalham com um amplo estoque para garantir velocidade na entrega.

A melhor maneira de lidar com isso vai depender do seu contexto. Não dá para dizer “essa é a maneira certa”, pois as coisas variam muito de loja para loja.

Uma forma de trabalhar melhor com isso é entender que, quanto mais rápido for o serviço, melhor para o cliente e mais vendas. Normalmente, há uma relação negativa significativa entre o prazo de produção e a quantidade de vendas.

No entanto, alguns produtos são feitos à mão e precisam de um prazo significativo de produção. Portanto, é importante verificar cada caso e ver como você consegue reduzir ao máximo o tempo entre a compra e a postagem dentro do seu contexto.

Use tecnologia para facilitar a sua vida

Um dos problemas de quem tem uma loja virtual é conseguir organizar os pedidos, os prazos e todas as variáveis necessárias para o trabalho. Por isso, a tecnologia é parte essencial em como otimizar logística de e-commerce.

É importante buscar por um software de qualidade que ajude a organizar os pedidos recebidos, controlar os prazos, os valores de fretes e acompanhar as métricas de desempenho do seu e-commerce.

Sem ele, você estará mais sujeito a cometer erros e ter falhas na sua logística, precisando gastar dinheiro para resolvê-las. Por exemplo, o que aconteceria se você enviasse um produto para a pessoa errada? Teria de pagar o frete para recebê-lo de volta e então pagar o novo frete de envio. Três ou quatro erros desse em um mês podem comer a sua margem de lucro.

Com essas dicas, ficou muito mais fácil saber como otimizar logística no e-commerce. Lembre-se que o objetivo é fazer melhor, em menos tempo e com menos custo. Para isso, invista em tecnologia, mas também criatividade e empreendedorismo.

Gostou das nossas dicas? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *