(31) 2551-5183

Que o mercado de semi joias é altamente lucrativo não há dúvidas, afinal, grandes marcas investem milhões e faturam bilhões dentro dessa cadeia que envolve design, fabricação, banho, marketing e venda. Mas, como pessoas comuns podem criar lojas virtuais de semijoias e ter bons resultados?

Bruna Bozano, CEO da Joias Boz, fala um pouco sobre como a marca se posicionou no mundo virtual e dá algumas dicas para quem quer criar uma loja virtual de semijoias:

Para vender bem, é preciso comprar bem

Quem quer trabalhar com semijoias precisa ter em mente que o mercado possui uma concorrência muito alta e uma boa estratégia é encontrar um fornecedor que trabalhe com peças mais exclusivas, que não sejam facilmente encontradas em outras lojas.

Quanto mais comum for à peça, mais o lojista precisa concorrer por preço e quem compete por preço, utiliza a estratégia errada, pois trabalha com margens que, na maioria das vezes, não são suficientes para sustentar o negócio.

Se você vai trabalhar com pulseiras femininas, por exemplo, compare o que os seus possíveis fornecedores estão oferecendo com o que seus possíveis concorrentes estão vendendo e tente optar por produtos diferentes do que já está disponível no mercado.

Não compre seguidores nas redes sociais

As redes sociais são ótimos locais de divulgação e podem gerar muito resultado se forem trabalhadas com afinco, porém, logo que você começar o seu negócio, receberá infinitas propostas de vendas de seguidores.

Não entre nessa.

Não importa o que os vendedores digam, comprar seguidores é a pior roubada quando o assunto são mídias sociais.

Ainda que os seguidores sejam reais e brasileiros, como a maioria costuma enfatizar na hora da venda, esse público não está seguindo sua marca por interesse nas suas semijoias. Basicamente, são perfis criados para trocar engajamento e não funcionam como compradores ou como divulgadores.

Você até pode pensar que vale à pena porque um perfil com um número grande de seguidores passa credibilidade, mas é questão de tempo para você perceber que seu perfil não terá engajamento e será ainda mais difícil fazer com que suas semijoias cheguem ao seu público alvo.

Cuidado com o estoque

É normal que uma pessoa queira investir em estoque ou em quantidade de opções quando monta uma loja virtual, mas no caso de semijoias é preciso ter muito cuidado.

As opções de brincos, colares, aneis, pulseiras e tornozeleiras são infinitas e você jamais conseguirá vender tudo para todos.

Ter milhares de produtos em estoque só fará com que seu retorno de investimento demore mais e conforme as tendências vão mudando, você possivelmente terá que fazer descontos e promoções que podem fazer sua margem ir por água abaixo.

Trabalhe com semijoias que possam ser vendidas em qualquer estação e invista apenas um percentual do seu capital em “modinhas”.

Semijoias da moda vendem muito, mas por pouco tempo, então sua loja não pode se basear nisso.

Colar delicado, pulseira básica, brinco pequeno… esses itens estão na vida de quase todas as mulheres e por isso são fáceis de vender e não saem de moda.

Quando sua loja tiver um fluxo maior de vendas, você pode arriscar mais. Mas no começo, pense que os acessórios que você está comprando podem ficar alguns meses no estoque e não arrisque com base em tendências passageiras.

Invista em Boas Fotografias

Quando o assunto é vender semijoia, as fotos dizem tudo que sua cliente quer saber.

Fotos profissionais conseguem mostrar os detalhes de cada peça, além de não deixar a semijoia opaca, escura ou com o brilho estourado.

Fotos feitas com celular podem ser usadas para mídias sociais, desde que estejam em um cenário interessante, com boa iluminação e preferencialmente, sendo usadas em combinação com uma boa maquiagem e produção, mas na loja virtual, o ideal é utilizar fotos com fundo branco e com tratamento de correção de brilho e tom. Quem escolhe economizar nesse aspecto, acaba escolhendo vender menos, também.

O Pós Venda é o melhor amigo

Quando o assunto é estratégia para loja virtual de semijoias, o pós venda é um item que não pode ser ignorado e começa logo no envio da compra.

Enviar um bombom, um brinde, um recadinho escrito à mão, uma embalagem perfumada ou um cupom para o próximo pedido pode ser a chave para conseguir realizar mais vendas e claro, obter indicações e marcações nas redes sociais.

Quem trabalha o pós venda com atenção, ganha clientes fieis nesse segmento e continua vendendo para as mesmas pessoas por vários anos.

Conclusão

A estratégia para loja virtual de semijoias é multifatorial e precisa ser vista e revista periodicamente para que continue dando resultados.

Ter bons parceiros comerciais pode ser de grande valor para se manter atualizado e continuar vendendo muito.

Sucesso!

Deixe uma resposta