(31) 2551-5183
Inovar No Ecommerce

Saber como inovar no ecommerce é uma necessidade real. Afinal de contas, esse é um segmento que depende muito de novidades e otimização de processos internos para atrair novos compradores, uma vez que a concorrência é muito alta no setor. Vale lembrar também que a área está em constante expansão e ter inovações para apresentar ajuda a se destacar em meio a tantas mudanças.

Um exemplo está no ano de 2020, que trouxe 13 milhões de novos consumidores para o mercado de ecommerce, fazendo com que o segmento nacional chegasse a R$100 bilhões em faturamento pela primeira vez. Na prática, esse resultado foi parcialmente obtido pela pandemia do novo coronavírus, que acelerou a migração para o comércio digital que já vinha ocorrendo no país.

Se você está acompanhando esse processo e quer se destacar no mercado, precisa entender como inovar no ecommerce. Veja algumas opções abaixo!

5 dicas de como inovar no ecommerce

1. Aceite criptomoedas como pagamento

Você sabe como funciona o Bitcoin? Se não, então vale a pena aprender para começar a aceitar pagamentos com ele e outras criptomoedas no mercado. Afinal de contas, esses ativos estão cada vez mais populares e vantajosos.

Hoje em dia, muitos locais já aceitam pagamentos com Bitcoin. Não é difícil entender o porquê: além da popularização do ativo, que já alcançou a marca de $1 trilhão em valor de mercado total (somando todas as moedas em circulação), ainda há o fato de que o Bitcoin e as criptomoedas estão em franca expansão e valorização. Assim, o pagamento recebido nesse tipo de ativo ainda se torna um investimento para a empresa, ganhando valor no curto, médio e longo prazo.

Para completar, há o fato de que poucas lojas aceitam pagamentos assim no momento. Desse modo, você sairia na liderança entre o público que investe em criptomoedas.

2. Ofereça descontos para pagamento à vista

O Pix veio para ficar, e já é uma das formas favoritas de pagamento do consumidor, tanto pela praticidade quanto pelas vantagens. Por ser uma forma de pagamento que não exige taxas do vendedor, já que é uma simples transferência entre bancos, é possível oferecer descontos nessa modalidade. Algumas lojas chegam a oferecer descontos de 10%, que seria o equivalente às tarifas de pagamento em cartão de crédito e parcelamento.

3. Trabalhe com mais de uma forma de envio

Algumas plataformas de ecommerce têm parceria com os Correios, oferecendo preços competitivos para frete, mas, se este não é o caso de sua loja, considere oferecer outras formas de envio, como transportadoras ou retirada no local. 

A quantidade de envios diários pode interferir no preço do envio, de acordo com o contrato de cada transportadora, às vezes saindo mais barato que o envio convencional dos Correios. Para produtos de alto valor ou dimensão, como eletrodomésticos, trabalhar com transportadoras pode significar mais segurança também.

Uma ótima ideia é trabalhar com envio via motoboys para a sua cidade ou região metropolitana. Isso adiciona um valor extra ao pedido, pois os consumidores sabem que chegará no mesmo dia (especialmente quando aliado ao pagamento via Pix, por exemplo). Essa é uma estratégia que até gigantes como o Rappi estão usando.

4. Tenha atendimento personalizado

É como diz o ditado, em era de automação, quem tem atendimento humanizado é rei. Por isso, tenha canais de comunicação com atendentes reais, para ouvir seus clientes. WhatsApp e redes sociais são ótimos veículos para interagir com o consumidor, pois já são meios frequentemente utilizados e preferidos por eles. A resposta rápida também é algo que agrada nesses canais, então tenha alguém disponível para atender quando chegar uma nova mensagem.

Além dos veículos externos à loja, coloque uma caixa de chat dentro da própria plataforma. Assim, os clientes podem entrar em contato para tirar dúvidas, ao invés de abandonar o carrinho por falta de informações.

5. Deixe uma aba para avaliações

Avaliações positivas são a chave para atrair mais e mais clientes, principalmente quando seu ecommerce ainda é pouco conhecido. Equivalente ao “boca a boca”, o feedback passa segurança para novos compradores, item importante que transforma o ‘cliente em potencial’ em ‘consumidor’. 

Deixe as avaliações bem visíveis, tanto na página inicial, quanto na página de cada produto. Caso haja avaliações negativas, responda com educação e busque saber o que desagradou o cliente, para que seu ecommerce possa crescer com a experiência, e mostrar aos novos clientes que estes erros não serão cometidos novamente.

Agora que você viu essas dicas de como inovar no ecommerce, poderá aplicá-las na sua loja virtual e começar a colher os frutos. Parte das dicas deverão ajudar a atrair mais clientes, outras ajudarão na conversão daqueles já atraídos, enquanto algumas auxiliarão no seu processo interno. Seja como for, o interessante é buscar sempre um posicionamento mais otimizado e eficaz para vender mais na Internet.

Gostou do conteúdo? Tem alguma dica para compartilhar? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

 

Deixe uma resposta