(31) 2551-5183
Ecommerce

Empreender na área da saúde é uma ótima opção para quem quer se aventurar no meio digital. Aliás, com a facilidade em se montar e-commerce que temos hoje, essa tarefa nunca foi tão simples. Seu negócio estará online em poucas horas.

Embora esse nicho tenha muitos compradores, há também uma enorme variedade de ramificações. São produtos para manter a saúde, emagrecer, ganhar massa muscular e até complementar a dieta diária.

Além disso, há nichos dentro de cada nicho. Só para exemplificar, existem suplementos de vitaminas e minerais ideias para idosos, assim como para grávidas e pessoas com deficiências nesses elementos.

Quer aprender um pouco mais sobre montar um e-commerce do zero na área da saúde? Não deixe de ler até o final.

Escolha um nicho da saúde

O primeiro passo é escolher um nicho da saúde para atuar. Quanto mais específico for seu nicho, melhor — se você estiver iniciando, claro.

Para facilitar o entendimento, vamos a um exemplo: suplementos vitamínicos para homens com mais de 40 anos.

Uma persona, nesse caso, seria: 

João, 45 anos, trabalha com arquitetura e urbanismo. João começou a sentir a idade pesar em seu dia a dia, até mesmo o futebol aos finais de semana está sendo difícil. Ele precisa de um produto para melhorar seu desempenho físico e mental, e acredita que as vitaminas são a chave para isso.

Vale a pena explorar todos os nichos dentro da saúde. Lembre-se que o importante é gostar da área, pois fica mais fácil desenvolver seu negócio online.

Defina quem será seu público-alvo

Na seção anterior explicamos como a escolha do nicho de atuação é importante. Além disso, também montamos uma persona, com base no nicho “suplementos vitamínicos para homens com mais de 40 anos”.

No entanto, persona não é a mesma coisa que público-alvo. Em resumo, a persona é seu cliente ideal, o qual é uma “amostra” do público-alvo. Nem todos desse público são iguais.

Seria interessante, portanto, estreitar um pouquinho mais sua área de atuação. Ao invés de englobar todos os homens acima de 40 anos, vale escolher apenas os que praticam esportes, por exemplo.

De fato, quem pratica esportes já apresenta uma tendência de cuidar mais da saúde, o que pode facilitar na hora de vender os seus produtos.

Note que agora temos todos os homens acima de 40 anos e que praticam esportes. Essas informações são importantes na hora de investir em tráfego pago ou elaborar conteúdo.

Escolha os produtos com cuidado

Escolher os produtos com os quais vai trabalhar é uma tarefa delicada. Porém, como ficou claro, é fácil fazer isso após definir seu público-alvo e uma persona.

Agora que sabemos quem é nosso comprador ideal, o João, podemos escolher produtos ricos em vitaminas. As vitaminas podem estar isoladas, como ocorre nos suplementos, ou em algum alimento/composto rico em algumas delas.

Se você estiver iniciando e não contar com muito recurso, opte por apenas um estilo de produto.

Prepare seu estoque

O estoque é um ponto crítico de qualquer e-commerce, seja ele de saúde ou não. É ele quem determina qual será seu faturamento do mês, assim como a velocidade do retorno sobre investimento.

Se os produtos selecionados não venderem rápido, seu negócio começa a estagnar. Com a falta de receitas, não há como comprar novos produtos — e o fim se aproxima.

No entanto, se o estoque for liquidado muito rapidamente, seu negócio vai ter um alto “custo de oportunidade”. Ou seja, vai deixar de vender mais produtos por não possuí-los.

Visando evitar ambos os problemas, vale comprar, no início, quantidades iguais de cada produto. Assim, o controle de estoque vai mostrar qual dos produtos é mais promissor, e qual tende a demorar mais para vender.

Monte seu e-commerce através de uma plataforma

Existem muitas plataformas para e-commerce por aí, e os preços variam bastante. Em suma, o ideal é iniciar suas operações por plataformas gratuitas e de qualidade.

Além disso, vale ser ambicioso desde o início: opte pela opção que, quando seu negócio começar a crescer, também dê conta da demanda e ofereça ferramentas mais avançadas.

Uma ótima opção para iniciar é a Loja Integrada. Ela possui um plano gratuito muito satisfatório, e seu e-commerce vai ao ar no mesmo dia. Lá você terá tudo para começar seu negócio online como um profissional.

Aliás, ela também possui planos para quem já é experiente na área, os quais podem ser assinados quando sua loja bombar.

Utilize técnicas básicas de SEO

Por fim, todos os materiais textuais que estão na internet devem aproveitar as técnicas básicas de SEO. Elas garantem que seu site vai receber visitas orgânicas, ou seja, sem a necessidade de pagar por tráfego.

Portanto, antes de redigir a descrição dos produtos ofertados, estude um pouco sobre técnicas básicas de SEO. Você vai ver os benefícios logo nos primeiros meses.

Prontinho, isso é tudo que você precisa saber para criar um e-commerce do zero na área da saúde!

Deixe uma resposta